Degustação de Chás gourmet e estilo de vida.

 
 

06/01/2014

Rota do Chá "Dez-Mil-Li"

A Rota do Chá Dez-Mil-Li é o nome chinês dado à Rota Siberiana (também chamada de Rota de Moscou, Caravana Russa e A Grande Rota, utilizada nos idos de 1700), comentada no artigo sobre a cultura do chá na Rússia. Neste post aprofundaremos um pouco mais sobre como o chá atravessou 5 mil quilômetros até chegar à Rússia (a jornada toda podia durar mais de um ano), contando com a logística de transporte das folhas que iam do sul ao norte da China.

Carregamento de chá para a Rússia (esq.) e o transporte feito por camelos (dir.). Foto: Kungur City Museum

Tudo começou graças aos comerciantes chineses de Shanxi (possuidores de grande reputação nos negócios - Dinastias Song à Qing) que negociaram a compra de um território de plantação de chás com os moradores do vilarejo de Xiamei próximo às montanhas de Wuyi. O chá da região foi conhecido a partir daí e os comerciantes continuaram comprando territórios de chá pelas províncias de Fujian, Hunan, Hubei, Zheijiang e Jiangsu. Eles foram um dos primeiros no mundo a implantar um sistema de logística de produto que abordava sua produção, transporte e estocagem.

Comerciantes de Shanxi. Foto: traditions.cultural-china.com

Com todo este conhecimento, os comerciantes levavam o chá do sul da China através de barcas de bambu nos rios que interligavam as províncias, na sua região central utilizavam cavalos e mulas que subiam até Beijing, e na sequência, até à Muralha da China, onde a mercadoria era transferida para camelos que enfrentariam o deserto da Sibéria.

O nome Rota do Chá Dez-Mil-Li ("li" sendo uma unidade métrica chinesa e "dez mil" era uma expressão comum na época, significando algo incalculável) possivelmente faz uma alusão à Grande Muralha da China cujo nome em chinês é Muralha Dez-Mil-Li, e era por onde a Rota passava.

Atravessando a Muralha, passando pelo portão em Zhangjiakou (chamada de Kalgan pelos russos), o chá seguia pela Mongólia, e depois de uma jornada de vários quilômetros nos camelos, o chá chegava em Kyakhta (já território russo) cuja tradução é "um lugar onde possui chá" (em 1727 foi assinado o Tratado de Kyakhta, regulamentando transações comerciais entre Rússia e China), sendo o primeiro posto de comércio dentro do país para esta Rota. De lá ele era redistribuído para São Petersburgo e Moscou.

Kyakhta. Gravura de 1889.

Duas famílias que merecem ser mencionadas neste artigo, são a Chang e a Zou. Os Chang foram uma respeitada família de comerciantes de Shanxi que investiram na Rota do Chá Dez-Mil-Li, e tornaram-se líder na exportação de chá assim como os maiores beneficiados pela Rota. Na Dinastia Qing eles sozinhos exportaram 40% do chá que foi recebido pela Rússia. Mas nada disso poderia ter acontecido sem os Zou, família estabelecida na região de Wuyi, cujo dedicado trabalho familiar impressionou o clã Chang, com quem estabeleceram parceria comercial. Uma família produzia e organizava o chá e a outra transportava e negociava.

Memorial do Clã Zou, no vilarejo de Xiamei construído em 1790. Foto: chinatourguide.com


* Fontes que utilizei nesta pesquisa:
Changjiang Weekly - 27 de Setembro de 2013
CCTV - Tea Culture in The Wuyi Mountains - Episódio 2
http://siberiantimes.com/healthandlifestyle/others/features/fancy-a-cuppa-vacation/
http://www.britannica.com/EBchecked/topic/310134/Kalgan
http://cjweek.cjn.cn/
http://en.wikipedia.org/wiki/Zhangjiakou
http://shanxi.chinadaily.com.cn/pingyao/2013-06/09/content_16596874_2.htm
http://english.cri.cn/6909/2011/10/17/1781s663069.htm
http://english.cri.cn/6909/2011/10/11/53s662193.htm

* Este artigo é o fruto de um trabalho de pesquisa séria, que me toma bastante tempo e que faço com o maior prazer. Caso você queira reproduzí-lo na íntegra ou fazer alguma citação do seu conteúdo, por favor, entre em contato e nunca se esqueça de colocar os créditos para o meu site.
 Agradeço pela consideração.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSTAGRAM @chaarteevida

Escola de Chá Embahú

Comentários Recentes

Receba as atualizações por email

Este símbolo indica conteúdo em língua inglesa
♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua francesa
♦♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua japonesa
Este símbolo indica conteúdo em língua espanhola


Arquivo do blog

Siga-me!

InstagramFlickrFacebookFeed RSSFlickrTwitter Feed RSS
 
| Início | Sobre a Autora | Entre em Contato | Escola de Chá Embahú |

Design e Fotos por Yuri Hayashi.
"Chá & Poesia" - Todos os direitos reservados, 2008®, 2009®.
"Chá, Arte e Vida!" - Todos os direitos reservados, de 2010® a 2016®.