Degustação de Chás gourmet e estilo de vida.

 
 

26/07/2010

Meu pomar orgânico

O post falando do meu querido Mirtilo que foi atacado por Formigas Cortadeiras fez sucesso, e por isso vou tentar explicar um pouco sobre os métodos que aprendi para tentar seguir a linha orgânica no cuidado de um jardim ou pomar. Aproveito para agradecer à todos que me enviaram suas dúvidas a respeito.

Antes de escolher ser orgânico, precisamos ter em mente que isso significa que você se importa não só com os produtos que consome mas também com o sistema que vive em volta da sua plantação. Todos os seres que ali habitam, têm o direito de estarem ali, e a gente, ser humano, acaba invadindo um espaço perfeito, equilibrado, querendo impor nossa vontade acima da Terra. Tentar trabalhar a harmonia do lugar sem ser invasivo não é fácil. No manejo orgânico tentamos contornar a situação problemática, utilizando ações indiretas nos casos. Para isso, é necessário paciência e compreensão com a Terra. 



O caso das Formigas Cortadeiras é bem comum, muitas pessoas têm problemas com elas, e a solução convencional são as iscas tóxicas, carregadas pelas formigas até os ninhos, que acabam matando toda a colônia. Para fugir do químico existem milhares de métodos que o conhecimento popular propagou e podem ser encontrados na internet. O que eu já tentei e posso dizer que não funcionou comigo foi o uso da borra do café - É dito ser bom para espantar as formigas, mas uma vez que elas já se instalaram com o ninho, não adianta muito. Então recebi a dica de colocar gergelim espalhado pelo terreno pois elas funcionam como uma isca natural, o gergelim tem propriedade de matar o fungo do qual as formigas se alimentam e, assim, elas morreriam de fome (Ainda não testei). O que de fato eu acabei fazendo para o caso do Mirtilo foi plantar ao seu redor a flor Capuchinha, que assim como cravo/louro/laranja/pimenta/etc., é um repelente natural pois as formigas não gostam so seu sabor picante e evitam o local da planta. Aparentemente ela funcionou, vi a fila das Cortadeiras passando ao lado das flores, ignorando o que havia do outro lado, o Mirtilo (Haviam traços de mordidas na folha da Capuchinha também, mas fora abandonado rapidamente). Uma outra coisa bacana para quem gosta de cozinhar é que a Capuchinha é comestível, podendo ser utilizada em saladas e pratos - um bom incentivo se você precisa espantar umas formigas e ainda ganhar um novo sabor em casa!).

Como agora sei que vocês têm interesse neste assunto, eu os manterei informados sobre como vai o manejo orgânico no meu pomar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

INSTAGRAM @chaarteevida

Escola de Chá Embahú

Comentários Recentes

Receba as atualizações por email

Este símbolo indica conteúdo em língua inglesa
♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua francesa
♦♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua japonesa
Este símbolo indica conteúdo em língua espanhola


Arquivo do blog

Siga-me!

InstagramFlickrFacebookFeed RSSFlickrTwitter Feed RSS
 
| Início | Sobre a Autora | Entre em Contato | Escola de Chá Embahú |

Design e Fotos por Yuri Hayashi.
"Chá & Poesia" - Todos os direitos reservados, 2008®, 2009®.
"Chá, Arte e Vida!" - Todos os direitos reservados, de 2010® a 2016®.