Degustação de Chás gourmet e estilo de vida.

 
 

02/01/2011

"Wa Kei Sei Jaku" para 2011

Para começar o ano de 2011, deixo esta poesia feita por Melissa Huff, baseada nos princípios do Chadô, o Caminho do Chá, que foram deixados pelo mestre de chás Sen Rikyu. Wa Kei Sei Jaku (Harmonia Respeito Pureza Tranquilidade) são princípios a serem lembrados e levados em nosso dia-a-dia:

Wa Kei Sei Jaku


Chadô, o Caminho do Chá
Wa Kei Sei Jaku
Harmonia Respeito Pureza Tranquilidade

Harmonia

Entre nós e a natureza,
entre todos os diferentes aspectos do nosso ambiente,
entre as estações do ano e o ambiente criado pelo homem,
entre nós e outras pessoas.

Harmonia não significa que tudo se torna parecido.
O objetivo é alcançar uma relação equilibrada,
não entre as coisas que são idênticas,
mas entre as coisas que são complementares.

Harmonia com contraste,
como a tinta preta das palavras,
e o espaço no papel branco.

Harmonia tece todas as coisas em uma intrincada,
ainda que simples, teia.

Respeito

Para o momento,
por cada pessoa,
com o tempo,
para nós,
com os objetos que usamos,
pela natureza.

Respeito poderia ser definido como o ato de dar uma atenção especial,
ao destinatário.
Em um ato de respeito, demonstramos nosso entendimento,
da interconexão de todas as coisas.
Mostrando respeito entendemos ainda melhor,
porque isso é valorizado.

Pureza

Da mente...
Como a nascente limpa.
De intenção...
todas as coisas desnecessárias foram varridas para fora?
De ação...
a qualquer momento,
nós devemos ser completamente focados na ação do momento.
De visão...
Eu vejo meu objetivo com clareza?

Ser puro é não possuir nada que não nos pertença propriamente;
assim não seremos arrastados para baixo nem ficaremos distraídos,
por aquilo que contribui em nada para o bem de todos.

Tranquilidade

O estado do ser, livre da agitação da mente e do espírito.

Se estamos em harmonia com as coisas ao nosso redor,
e se respeitamos o momento e o que ele nos traz,
então nós podemos alcançar a pureza da mente,
propósito e ação,
e, portanto, carregamos conosco um estado de tranquilidade.

Tranquilidade através da prática de
Harmonia,
Respeito,
e Pureza,
cabe a nós escolher,
e criar dentro de nós mesmos.

por Melissa Huff (tradução livre pelo Chá, Arte e Vida!)

Entenda melhor os conceitos dos princípios do Chadô neste texto publicado no site chanoyu.com:

Wa (harmonia) é uma máxima para os seres humanos. É a interação positiva entre o anfitrião e o convidado em uma cerimônia de chá ou entre as pessoas em qualquer situação de vida. O chá é a partilha entre o anfitrião e o convidado e não é uma atividade solitária. A Harmonia se estende na natureza também, e em objetos tangíveis, tais como utensílios de chá, utensílios do dia-a-dia e a própria vida. A verdadeira harmonia traz a paz.

Kei (respeito) é a capacidade de compreender e aceitar os outros, até mesmo aqueles com quem discordamos. Quando somos gentis com os outros, e humildes, podemos receber respeito. No chá o anfitrião pensa nos convidados e os convidados, no anfitrião. É esta partilha contínua e a consideração que faz do chá um encontro memorável e bem sucedido. Idealmente, todos são do mesmo nível em um salão de chá. É importante tratar tudo e todos com o mesmo respeito. Trate os utensílios de qualidades diferentes da mesma maneira. O preço de um objeto não deve ditar a forma de como ele é tratado. A extensão de um coração puro com verdadeiro respeito pode ser realizado.

Sei (pureza) é a capacidade de tratar a si e aos outros com um coração puro e aberto. Esta é realmente, a essência da formação do chá. Esta pureza não é de uma limpeza absoluta, mas de um coração puro. Com um coração puro, harmonia e respeito podem ser alcançados. Quando o jardim de chá é limpo, o coração e a alma também são purificados. Quando alguém veste roupas limpas esta pureza também existe. Um coração puro não é vistoso, mas natural. O ideal de pureza de Sen Rikyu era o aspecto natural do jardim depois de limpo, e algumas folhas  caídas de uma árvore sobre o musgo fresco bem cuidado.

Jaku (tranquilidade) é o ponto em sua formação e prática onde um nível de altruísmo é atingido. Enquanto por um lado, ele é o objetivo final, por outro é o início novamente. Um verdadeiro mestre atinge este nível mais elevado e, em seguida, colocando os ideais de harmonia, respeito e pureza em prática, começa novamente com um coração novo e iluminado. Neste ponto, as infinitas possibilidades da vida podem ser realizadas.

E que todos tenham um excelente ano, cheio de  Wa Kei Sei Jaku para todos os momentos!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. este artigo, fez-me pensar (ainda mais) nas coisas que ando a fazer menos bem. muito bem escrito.

    ResponderExcluir
  2. Oi, M. Sunshine!
    Pois é, nada como um texto para uma boa reflexão. Espero que tenha te dado também uma luz e que seu 2011 seja cheio de coisas bem feitas! :-)
    Beijos!
    Yuri

    ResponderExcluir

INSTAGRAM @chaarteevida

Escola de Chá Embahú

Comentários Recentes

Receba as atualizações por email

Este símbolo indica conteúdo em língua inglesa
♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua francesa
♦♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua japonesa
Este símbolo indica conteúdo em língua espanhola


Arquivo do blog

Siga-me!

InstagramFlickrFacebookFeed RSSFlickrTwitter Feed RSS
 
| Início | Sobre a Autora | Entre em Contato | Escola de Chá Embahú |

Design e Fotos por Yuri Hayashi.
"Chá & Poesia" - Todos os direitos reservados, 2008®, 2009®.
"Chá, Arte e Vida!" - Todos os direitos reservados, de 2010® a 2016®.