Degustação de Chás gourmet e estilo de vida.

 
 

12/04/2010

Dicas para você começar a degustar chás

Muitas pessoas acham que qualquer coisa que envolver a palavra "degustação" vira sinônimo de trabalhoso. Devo dizer que a degustação de chás é bem simples e requer um mínimo de equipamento. Vamos fazer a nossa listinha de como começar neste mundo:

- Chaleira - É até um item básico de cozinha. Se você não tiver uma chaleira, pode ser uma caneca/leiteira desde que esta tenha tampa. A única regra para este item é que você não o utilize para nenhum outro fim pois o recipiente pode adquirir outros sabores/odores incluindo gordura (proveniente do leite!) e alterariam no resultado final de um chá. As chaleiras preferidas dos tomadores de chá são as de vidro pois você pode enxergar tanto a cor do seu liquor quanto o desenvolvimento das folhas ao encontro da água quente - o fato é que ela requer mais cuidados e não sinta-se culpado se você quebrar alguma chaleira no começo, cuidados com choque térmico e na hora da lavagem são sempre bem-vindos.
1. Chaleira de Alumínio Ramos (média R$30); 2. Leiteira Black Fortaleza (média R$30); 3. Chaleira Brinox (média R$90)

- Termômetro - Todo mundo gosta de usar o "olhômetro" quando se fala em ferver água mas o ideal, sempre, é que se utilize um termômetro. A variação da temperatura fará você tomar um excelente chá ou um chá repleto de taninos amargos. Para a degustação é peça fundamental. E também um vício, pois depois que você começa a preparar os chás em temperatura correta, quando você toma um chá feito no "olhômetro", reconhece pelo sabor que ele não foi feito corretamente. Um termômetro também é relativamente barato e é um instrumento útil, você poderá reaproveitá-lo para outras coisas na cozinha (se você for de cozinha).

1. Digital Thermometer (média R$40); 2. Termômetro Culinário (média R$20); 3. Termômetro Minipa (média R$70)

- Infusor ou Peneira - De preferência em inox para evitar, mais uma vez, a influência de sabores externos. Também é aconselhável reservar somente para os chás.
1. Infusor de Chá WMF (média R$35); 2. Peneira Inox Suprema (média R$20); 3. Peneira Ergo Suprema (média R$10)

- Chás de qualidade - Você não precisa viajar e trazer chás  de fora para começar a apreciá-los. Existem  muitas lojas no Brasil que vendem chás importados de qualidade - veja aqui minha listagem. Além dos importados, há as opções nacionais, - Indico o chá mate da Matte Leão (1), o verde do Yamamotoyama (2) e o preto do Chá Ribeira (3) (infelizmente este último está fora do mercado então substituo minha indicação para o Amaya), todos em folhas soltas. Eles são bons inclusive para se começar a degustar pois como os sabores são familiares, quando feitos apropriadamente*, você já sentirá a diferença. A internet também está aí para facilitar nossa vida. Quando o dólar estiver em baixa, aproveite e compre online, existem chás bons com preço baixo em quantidade de sampler, perfeito para se conhecer um tipo de chá antes de investir muito dinheiro nele.



- Tempo - Este talvez seja o item mais custoso de todos. Vejo as pessoas tão apressadas por todos os lados e acredito que o tempo, hoje em dia, seja valoroso demais. Como sou otimista, peço para quem quiser começar na arte do chá, que faça tempo para uma pausa durante o seu dia e deguste com calma e atenção. A preparação também faz parte do ritual e deve ser tudo feito com muita calma (respeite também o tempo de infusão que cada chá pede, controlando com um relógio quando possível) pois a degustação começa desde a escolha do chá para o momento, o sentir do seu aroma durante o processo e, finalmente, o saborear do seu liquor.

- Mente aberta - Para começar a sentir os sabores você precisa ter a mente aberta, aguçar suas papilas gustativas e acima de tudo, se deixar levar pelas sensações. Com o tempo você terá um leque de conhecimento em sabores/odores e começará a relacionar com coisas que você já bebeu/comeu anteriormente, estabelecendo comparações. Um cérebro novo se criará em torno desse mundo dos sabores e você estará finalmente degustando! Mas se surgir qualquer dúvida, não hesite em nos escrever para aprendermos juntos cada passo.

* O que é um chá feito de maneira apropriada? É quando você respeita a temperatura e o tempo de infusão de um chá em seu preparo. Para o chá mate da Matte Leão, ferva a água à 100ºC e deixe a infusão por 5 minutos. O chá verde da Yamamotoyama pede água à 80ºC e deixe a infusão por 3 minutos. Por fim, o chá preto da Amaya leva água à 100ºC e infusão de 3 minutos. Estas informações não estão indicados em suas embalagens, mas sugiro estes valores baseados nas regras gerais de preparo de chás.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

9 comentários:

  1. Olá Yuri, a um tempo queria escrever mas não tinha tempo hehe, um amigo Alexis (Venezuela) me recomendou seu blog de chás o qual adorei! tenho muito que aprender com vc sobre a cultura do chá, eu pessoalmente adoro tomar um chá, sempre procuro sabores diferentes e tenho em casa ou levo no trabalho, é otimo gosto muito também das embalagens dos chá, por exemplo alguns franceses tem uns envelopes muito lindos e diferentes de abrir, e o chá de frutas vermelhas é meu favorito!... um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Zeila!
    O Alexis tinha me falado de você, que bacana que apareceu por aqui! Adorei sua visita, brigadão!
    E a gente aprende as coisas juntas, tenho certeza que você tem várias coisas legais para me falar também! E os franceses são os mais caprichosos, não é mesmo? Como adoro a cultura deles.
    Vamos nos falando! Um beijão!
    Yuri

    ResponderExcluir
  3. Olá Yuri, minha xará... rs
    Estou entrando nesse mundo de chás a pouco tempo, mas estou adorando é claro que no começo é sempre um sachêzinho do Matte Leão que ferve demais ou tomava gelado rs ..mas fazer o quê né.
    Como trabalho com importação de brinquedos às vezes recebos um agrado dos fornecedores, dias atrás recebemos um chá da China cujo gosto amargo me desagrou a primeiro momento, mas depois fui me acostumando. É verdade que o chá de folhas/ ervas devemos tomar sem açúcar? Pois demora um pouquinho para acostumar com o gosto não?
    Ah! Estou fazendo uma listinha com alguns itens que vou pedir para o meo tio enviar do JP, qual chá vc sugere que eu peça de lá?

    Obrigada!!!
    PS: To adorando as informações do seu blog
    Kissu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, xará!!! :-)

      Que legal que chegou aqui, Yú! E não se preocupe que todo mundo que curte chás já passou por esse começo. Sobre o açúcar a grande verdade é que o ideal seria tomar tudo sem açúcar para vc ampliar seu conhecimento de paladar na diversidade de chás e infusões que existem. É um pouco difícil se você está acostumada com o açúcar mas é que este disfarça muitas nuâncias de sabores e se perde muito de uma xícara. O que eu sempre recomendo é pelo menos, as primeiras vezes, não usar o açúcar e depois, se for do seu gosto, prepare como preferir.

      Sobre os chás japoneses, existe uma infinidade de coisas boas por lá. Foque nos chás verdes (que são a especialidade japonesa). Os chás verdes chamados de sincha são os de melhor qualidade dentre os populares senchas que se vendem no Japão então seria uma boa opção assim como um matcha que é utilizado na cermônia do chá japonês (e aqui no Brasil é difícil de se encontrar e quando se encontra é bem caro). Tem também o Genmaicha, um verde bem peculiar, com arroz tostado e gosto um poudo defumado, bem diferente do tradicional (este pode te ajudar a abrir horizontes :-)). E tem o Gyokuro que é considerado de alta qualidade pois suas folhas são cultivadas na sombra. Bom, te dei várias opções! Espero que ajude!

      Qualquer outra dúvida é só perguntar!

      Beijos!!!
      Yuri

      Excluir
  4. Boa noite,

    Dentro das pequenas pesquisas que faço na internet sobre chá acabei caindo aqui. E preciso da sua ajuda se for possivel, estou procurando o nome do degustador de chá...ja ouvi uma vez o Ed Motta falando sobre isso em um programa. Mas não lembro do programa e nem do nome literal do especialista (ou degustador), em chá. Se vc poder me ajudar neste meu "dilema" ficarei muito grato.
    Abraços,
    Ramon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ramon,
      conhecia a apreciação do Ed Motta por chás, porém não acompanho a carreira dele. Lembro de uma antiga coluna que ele escrevia na internet falando sobre degustações e tem textos em seu site, espero que ajude em algo: http://edmotta.uol.com.br/pt/textos.php
      Abraços!
      Yuri

      Excluir
  5. Boa noite Yuri,

    Acho que não consegui ser claro no comentario, o que estou procurando na verdade é o como se chama a pessoa "formada" ou que tem um vasto conhecimento em chás. Tipo, para o preparo do café existe o BARISTA, quem tem conhecimento em vinho é ENOLÓGO. E para quem tem conhecimento (ou e especialista), em chás quem nome recebe.
    Acho que agora ficou mais claro!
    Eu citei o Ed Motta vi ele falando o (bendito), nome que eu não lembro.
    Obrigado,
    Ramon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ramon,
      os dois termos que vejo muito por aí é Tea Master (Mestre de Chá) ou o Tea Sommelier (equivalente ao de vinho só que adaptado para os chás).
      Espero que ajude,
      abraços!
      Yuri

      Excluir
  6. Oi Yuri,

    O nome que ele falou era TEA MASTER! Obrigado pela paciencia e atenção!
    Abraços,
    Ramon

    ResponderExcluir

INSTAGRAM @chaarteevida

Escola de Chá Embahú

Comentários Recentes

Receba as atualizações por email

Este símbolo indica conteúdo em língua inglesa
♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua francesa
♦♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua japonesa
Este símbolo indica conteúdo em língua espanhola


Arquivo do blog

Siga-me!

InstagramFlickrFacebookFeed RSSFlickrTwitter Feed RSS
 
| Início | Sobre a Autora | Entre em Contato | Escola de Chá Embahú |

Design e Fotos por Yuri Hayashi.
"Chá & Poesia" - Todos os direitos reservados, 2008®, 2009®.
"Chá, Arte e Vida!" - Todos os direitos reservados, de 2010® a 2016®.